Imobiliária em São Paulo
Atendimento (11) 96587-7211

Notícias do mercado imobiliário

O home office pós-quarentena pode gerar uma crise na Faria Lima?

O mercado imobiliário comercial tem
pela frente não apenas o desafio de evitar o contágio dos ocupantes
pelo novo coronavírus, mas trazer de volta empresas e trabalhadores que
se acostumaram a evitar trânsito e o transporte público lotado, além de
ter adequado a equipe e o trabalho ao home office.


Diversas empresas já anunciaram planos de tornar o home office uma política permanente.
Essa mudança de mentalidade sobre a organização do trabalho dentro do
escritório e o trabalho remoto pode gerar um baque no mercado
imobiliário. É o que acredita a consultoria imobiliária Buildings,
especializada no segmento corporativo.


A previsão é de que sejam devolvidos, até o final do ano, 73,9 mil
metros quadrados em imóveis classe A em São Paulo e que a taxa de
vacância suba para 16,5%. “Já existe um grande volume de devoluções. São
empresas como a Nextel, que está devolvendo 11.258 m²; Latam, que está
devolvendo 3.980m², e Creditas, que está devolvendo 3.160m²”, avalia
Fernando Didziakas, sócio da Buildings.


A expectativa é que os dados do segundo trimestre ainda não sejam tão
impactados pelas devoluções, pois diversas delas acontecerão no
terceiro trimestre em diante, já que o processo de devolução também é um
processo um pouco demorado, dependendo do período restante e condições
estabelecidas no contrato.

21/07/2020 Fonte: Exame

Últimas notícias